big chop

Elogie uma miga negra

elogie

Quando eu decidi largar a química e deixar que meu cabelo voltasse ao seu estado “natural”, eu imaginei que várias coisas iriam acontecer. Imaginei que muita gente iria estranhar, que quando eu fizesse o Big Chop* muita gente iria torcer o nariz, imaginei também como ir em uma balada com ele todo crespo, imaginei minhas novas fotos, mas tem uma coisa, uma única coisa, e talvez a mais importante de todas, que eu não imaginei.

O laço que eu criaria com milhões de mulheres negras quando o meu cabelo ficasse todo crespo novamente.

A primeira vez que eu percebi que algo tinha mudado, foi exatamente no salão em que cortei meu cabelo. Recebi olhares lindos e compreensivos de todas as mulheres presentes, nem todas eram negras, claro, mas foram os olhares delas que me deram força para sair daquele salão e encarar a realidade: uma realidade em que algumas cabeças viram para te olhar, algumas caretas são feitas e, até mesmo, alguns comentários no meio do caminho.

Continue reading

ASSINE O BLOG

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no blog, na página, no instagram, em eventos e mais? Então deixe seu e-mail abaixo! Não esqueça de confirmar o cadastramento no e-mail que chegará para você.

Delivered by FeedBurner

SOBRE O BLOG
Extensão do projeto de mídia digital "Meu Cabelo Crespo é amor" voltado para o empoderamento sobre cabelos crespos e cacheados. Aqui você encontra uma reunião de textos e vídeos relacionados com os assuntos abordados na página do Facebook e no perfil do Instagram, assim como representatividade, feminismo, a questão racial e outros.
QUEM CRIOU

O ‘Meu cabelo crespo é amor’ foi criado pela jornalista Olívia Pilar – negra, crespa e feminista. O desejo de ter um projeto de mídia digital sempre existiu, mas precisava ser algo que pudesse realmente fazer a diferença (ou que ao menos fosse uma tentativa). Criar o blog é uma forma de comentar assuntos que completam a temática inicial abordada na página.
#ManifestoCrespoEAmor